logo

Tecido mais ecológico no mundo será feito com fibra de madeira

A Spinnova é uma empresa finlandesa que desenvolveu tecnologia inovadora e de baixo custo para produzir filamentos e fios à base de celulose. As tecnologias de fiação com este método da Spinnova utilizam fibras de madeira como matéria-prima que podem substituir tecidos como algodão e viscose.

As fibras têxteis fiadas são produzidas à base de celulose. O produto ainda não ganhou o mercado, mas já nasceu líder no quesito sustentabilidade. É atualmente a única empresa no mundo capaz de converter celulose diretamente em fibra têxtil sem processamento químico.

A tecnologia patenteada economiza água, energia e não usa produtos químicos, tornando a fibra têxtil com base em madeira significativamente a mais ecológica feita pelo homem. O método é o que menos gera impacto no meio ambiente comparado a produção de viscose ou algodão.

Celulose se decompõe na natureza sem poluir

O fabrico de fibras têxteis fiadas com o método Spinnova consome cerca de 99% menos água e menos energia do que a produção de algodão, viscose, rayon e modal. Um tecido feito com esta fibra pode ser reutilizado, reciclado ou decomposto rapidamente, o que reduz ainda mais a pegada ambiental do produto.

A ideia é produzir o fio diretamente das árvores.  Com base nesta tecnologia, a quantidade de madeira utilizada anualmente, só na Finlândia, já seria suficiente para substituir a produção mundial de algodão.  As fibras têxteis à base de celulose tem como base madeira certificada pelo FSC. A missão da empresa é fornecer à indústria têxtil a fibra mais sustentável do mundo, produzida com danos mínimos ao meio ambiente, a um custo razoável.

O Brasil tem o maior número de florestas plantadas do mundo que são utilizadas principalmente para produção de madeira e papel certificados.

A Fibria, empresa brasileira de base florestal e líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas,  pagou 5 milhões de euros por 18% do capital da Spinnova. O objetivo do investimento e produzir e comercializar materiais baseados na tecnologia fabril da Spinnova.

A estratégia da Fibria de agregar valor à sua base florestal e posicionar a empresa diante de uma tecnologia inovadora e sustentável para a fabricação de têxteis.

O acordo assinado entre a empresa florestal brasileira e a startup finlandesa apresenta um investimento conjunto no desenvolvimento de uma linha de produção piloto para testar a viabilidade das tecnologias em escala pré-comercial. Se o projeto atingir a fase comercial, as duas empresas poderiam criar uma joint venture para produzir e comercializar produtos.

A importância do manejo florestal 

Para uma produção intensa de madeira o eucalipto é uma possibilidade. No entanto, existem polêmicas sobre o impacto do eucalipto na desertificação de áreas. A necessidade de atender às exigências do setor florestal atualmente inclui medidas para recomposição da vegetação nativa em áreas selecionadas da propriedade, anteriormente ocupadas por talhões de eucalipto.

De acordo com pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias, plantios comerciais do  eucalipto  podem contribuir com a conservação da biodiversidade e exercer importante papel de indutor da recomposição de florestas nativas.

No interior dos eucaliptais é possível encontrar uma diversidade considerável de espécies de árvores. Se manejadas corretamente, essas áreas podem se transformar em novos fragmentos florestais, destinados, por exemplo, à formação de Reserva Legal ou de Áreas de Preservação Permanente. “Depois do corte do eucalipto, muitas espécies arbóreas ou arbustivas se desenvolveram naturalmente, sem manejo, contribuindo para a minimização de custos e favorecendo a sustentabilidade ambiental, sem o lançamento de substâncias poluentes no ambiente”, esclarece a pesquisa da Embrapa.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *