logo

Indústria têxtil da Paraíba decoração na Maison & Object durante a Paris Design Week

A Santa Luzia Redes e Decoração participou da Maison & Object, de 6 a 10 de setembro, durante a Paris Design Week, que atrai cerca de 100.000 pessoas para a capital francesa. Prestes a completar 25 anos, a Maison & Object mantém sua reputação como vitrine global e fonte de inspiração, revelando informações atuais e tendências futuras do design.

Entre os expositores, 61% das marcas vem de fora da França. De acordo com a pesquisa divulgada após o evento, a Maison & Object reuniu nesta edição 3.137 marcas de 69 países. E em cinco dias atraiu um público de 76.862 visitantes para o Centro de Exposições Villepinte, em Paris.

Santa Luzia Redes e Decoração participou de evento em Paris e levou o algodão colorido da Paraíba para a mais conceituada feira de design do mundo

A Santa Luzia Redes e Decoração aproveitou a oportunidade com êxito. “Realizamos negócios e estabelecemos contatos com clientes interessados não somente na estética como também pela nossa proposta de decoração ecológica e de cunho sustentável”, comemora Armando Dantas, CEO da empresa.

Sucesso em Paris: a empresa têxtil angariou novos clientes, entre eles um museu de arte, redes hoteleiras, arquitetos e lojas de decoração

A fábrica têxtil usa como matéria-prima, além de fios reciclados, o algodão colorido natural e orgânico da Paraíba plantado e colhido em parceria com a agricultura familiar na região do semiárido.  

Algodão Colorido da Paraíba – natural e orgânico – Santa Luzia Redes e Decoração

Entre os clientes garimpados pela empresa têxtil durante a Maison & Object há até mesmo um museu de arte, redes hoteleiras, arquitetos e lojas de decoração.

“Já exportamos para vários países, mas é importante esse endosso especial — expor e vender em uma feira de design onde entramos selecionados por uma rígida curadoria. Isso não somente reforça que estamos no caminho certo como nos ajuda a melhorar ainda mais — já que nosso produto atrai clientes bastante exigentes”, diz Dantas.

Rede Trancê, premiada pelo World Crafts Council pela Excelência Artesanal

Prêmio Internacional de excelência

As redes, almofadas e mantas da Santa Luzia Redes e Decoração foram expostas no estande Brasil da Associação Brasileira das Empresas de Utilidades e Presentes – ABUP no Hall 7 da Maison & Objeto. A empresa têxtil destacou seu trabalho artesanal com várias técnicas da tipologia têxtil como macramê e fuxico e deu maior visibilidade para a rede Trancê, premiada no final de 2018 com o “Reconhecimento de Excelência Artesanal do Cone Sul” concedido pelo World Crafts Council – WCC  (Conselho Mundial de Artesanato) com recomendação da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura – Unesco.

Para Gilberto Agrello, Gerente de Relações Internacionais da ABUP, o prêmio garantiu relevância para a empresa. “A Maison & Object é reconhecida e respeitada como uma feira de curadoria de produtos. Certamente o reconhecimento internacional para a Santa Luzia contribuiu para a aprovação da sua participação no importante setor Signature Forever – destinado a produtos de alto padrão”. 

A Maison & Object define o setor Signature Forever como espaço para marcas de luxo e de excelência artesanal, refinamento atemporal desenvolvidos com elegância como na alta costura.

A Santa Luzia Redes e Decoração expôs no estande ABUP ao lado das marcas Holaria, Marco500, Metaltru, Rima Casa e St. James.

Sobre a Santa Luzia Redes e Decoração

A indústria têxtil Santa Luzia Redes e Decoração atua desde 1986 na criação e desenvolvimento de produtos decorativos pautados pela sustentabilidade e pela inovação — preservando característica cultural local com base no trabalho artesanal.

As redes, mantas, almofadas, cortinas entre outros produtos são feitos com fios ecológicos e exportados para a Europa, a América do Norte e África.

O algodão colorido orgânico é plantado em assentamentos e comunidades tradicionais como a quilombola com contrato de compra garantida. De plantação não irrigada e sem tingimentos, o algodão que já nasce colorido gera 87,5% de economia de água se comparado a um produto comum, tingido pela indústria (fonte: Embrapa – Algodão).

O Arranjo Produtivo Local tem como base o tripé da sustentabilidade: economicamente viável, ecologicamente correto e socialmente justo.

Contato para entrevista:

Armando Dantas – [email protected]

Assessoria de imprensa: Sandra Vasconcelos – sandravasconcelos.pre[email protected] +55 83 99824 6666 (WhatsApp)



3 respostas para “Indústria têxtil da Paraíba decoração na Maison & Object durante a Paris Design Week”

  1. You made some really good points there. I checked on the net for additional information about the issue and found most individuals will go along with your views on this site. Pammie Inness Teak

  2. I pay a quick visit everyday a few web sites and blogs to read articles, except this weblog gives feature based articles.| Sarene Remus Ensign

  3. Can this be done ? from this drawing to a 3d miniature/Users/TheJonesClan/Desktop/thumbnail-1.jpeg Thomasa Andrey Beckman

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *